Prefeito reúne líderes de igrejas evangélicas para orientar sobre o protocolo de prevenção do Covid-19
De acordo com o decreto municipal 7.599 de 28 de janeiro de 2021, “às igrejas e templos de qualquer culto, recomenda-se a suspensão de cerimônias, celebrações, missas ou cultos, podendo, entretanto, funcionar com até 40% da sua capacidade de acomodação
03/02/2021 - Por Assesoria Imprensa PM Arujá
Assesoria Imprensa PMA

Sob a direção do pastor José Carlos, da AD Arujá, o prefeito Luis Camargo, reuniu-se na terça-feira, dia 2, pela manhã com os líderes religiosos de várias igrejas evangélicas no espaço do Parque dos Ipês, onde discutiram o cumprimento dos protocolos de prevenção à Covid-19.
De acordo com o decreto municipal 7.599 de 28 de janeiro de 2021, em seu Artigo 4°, Parágrafo Primeiro, “às igrejas e templos de qualquer culto, recomenda-se a suspensão de cerimônias, celebrações, missas ou cultos, podendo, entretanto, funcionar com até 40% da sua capacidade de acomodação, conforme o protocolo específico aprovado pela Vigilância Sanitária Municipal, sendo obrigatória a adoção de todas as medidas de higiene e distanciamento para prevenção de contágio do Covid-19, especialmente, no que couber, àquelas referidas no art. 5° do decreto”.
O Artigo 5° do decreto estipula que, todos os estabelecimentos que prestam atendimento ao público, deverão cumprir as medidas de higiene, segurança e distanciamento social recomendados durante a pandemia, reforçando a questão da limpeza, uso de máscara, álcool gel, ventilação natural e com suspensão de qualquer tipo de aglomeração, entre outras recomendações. “Agradeço a comunidade evangélica por atender ao nosso chamado e cumprir as normas sanitárias necessárias nesse período”, complementou o prefeito.